Varejo espera alta de 6,9% nas vendas

O IAV-IDV (Índice Antecedente de Vendas), estudo realizado todos os meses pelo IDV (Instituto para Desenvolvimento do Varejo) com seus associados, aponta alta de 6,9% em agosto, em relação ao mesmo período do ano passado.

 
A expectativa para os dois meses seguintes também é de crescimento, sendo 6,5% em setembro e 6,8% em outubro, consolidando um cenário positivo, após ajustes nas políticas monetária e fiscal efetuados entre o final de 2010 e início deste ano, que causaram uma desaceleração no ritmo verificado nos meses anteriores.
 
Para os próximos meses, o segmento de bens não-duráveis, que contribuiu com cerca de 40% no índice da Pesquisa Mensal do Comércio, estima crescimento entre 4% e 5%, números mais discretos se comparados aos outros segmentos.
 
Já o setor de bens semiduráveis, como vestuário, calçados, livrarias e artigos esportivos, projeta crescimento entre 7% e 11%, diante da expectativa pelas vendas das liquidações de inverno, férias escolares, Dia dos Pais e Dia das Crianças. O varejo de bens duráveis, como móveis, eletrodomésticos e material de construção, também aponta crescimento, com taxas próximas dos 10% até outubro.
 
É importante lembrar que o cenário econômico foi fortemente afetado pelo rebaixamento dos títulos do governo dos Estados Unidos pela agência de classificação Standard & Poor´s (S&P), agora já de volta ao seu patamar original, pelo pacote de reestruturação da economia italiana, a terceira maior da zona do euro, e pela possibilidade de rebaixamento dos títulos do governo francês. Estes fatores afetaram fortemente as bolsas internacionais, reacendendo o medo de um repique da crise de 2008.

Tags: , ,

Leave a Reply